"Quando sua determinação muda, tudo o mais começa a se mover

em direção ao seu desejo".

4 de jan de 2009

Transformação do Veneno em Remédio

Hendoku Iyaku

Usando Todos os Sofrimentos para se Atingir a Iluminação
Transformando os Desejos Mundanos, Carma e Sofrimentos em Estado de Buda
A frase, "transformando o veneno em remédio", tem origem em uma frase do Daichido Ron (Tratado sobre o Sutra de Perfeita Sabedoria), que expõe sobre "um grande médico que transforma o veneno em remédio". O Daichido Ron foi escrito por Nagarjuna, um estudioso do Budismo Mahayana que viveu na Índia durante os séculos II e III.
Enfatizando o veneno existente em nossas vidas, Nagarjuna comparou o Sutra de Lótus a um grande médico; as pessoas dos dois veículos (Erudição e Absorção) ao veneno; e o remédio ao ato de atingir a Iluminação. Neste caso, as pessoas dos dois veículos são aquelas que sofrem de uma séria doença, mas nunca poderão ser salvas através dos ensinos provisórios. O Sutra de Lótus ensina que todas as pessoas, sem exceção, mesmo aquelas dos dois veículos, podem atingir o estado de Buda.
Nitiren Daishonin interpreta este princípio de uma forma mais ampla e com um senso universal. Declarando que o ‘hendoku iyaku’ significa transformar os três caminhos dos desejos mundanos, carma e sofrimento nas três virtudes do Buda: as propriedades da Lei, sabedoria e ação.
No Budismo de Nitiren Daishonin ‘transformar o veneno em remédio’ significa polir nossas vidas e purificá-las. Isto não significa que devemos extinguir os desejos ou paixões. Em outras palavras, é possível atingir a iluminação enquanto permanecemos um mortal comum com desejos mundanos. Na carta ‘A Entidade da Lei Mística’, Daishonin declara: "Tais pessoas, que descartam honestamente os meios expedientes, depositam sua fé no Sutra de Lótus e recitam o Nam-myoho-rengue-kyo…podem transformar o veneno em remédio" (Major Writings of Nitiren Daishonin, Vol.VII, pág.64). Somente as pessoas comuns dos Últimos Dias da Lei podem provar este princípio através da fé no Gohonzon e na prática para si e em prol de outros.
O veneno representa a infelicidade e outros acontecimentos negativos em nossas vidas, enquanto que o remédio significa a felicidade e o aperfeiçoamento. Transformar o veneno em remédio significa que embora possamos enfrentar a perda, a dor ou a derrota, porque abraçamos o Gohonzon, está em nossas mãos o poder de mudar o sofrimento em alegria e boa sorte.
Ninguém gosta do veneno, mas atualmente, as pessoas geralmente sofrem por causa dele. Entretanto, o budismo nos possibilita evidenciarmos a força para transformá-lo em remédio. De fato, somos capazes de construir uma felicidade ainda maior e evidenciar um progresso ascendente através do aparecimento do veneno em nossas vidas.
Desta forma, sobrepujando todas as dificuldades e obstáculos, devemos usá-los como ventos favoráveis ao nosso desenvolvimento. Confrontando todas as dificuldades e infelicidade como um processo para a nossa revolução humana, devemos desafiar e ultrapassar todas as intempéries, e que estas sejam lições para um novo recomeço. Esta atitude de força e esperança corresponde ao princípio de transformar o veneno em remédio. Assim, mesmo que estejamos enfrentando sofrimentos em nossas existências, devemos conduzir nossa fé de tal forma, que possamos transformar o veneno de tais sofrimentos em fonte de grandes benefícios.
Fonte:
Yasashii Kyogaku Vol.7
Preciosa Colaboração de Charles Tetsuo Chigusa chigusacharles@hotmail.com Tóquio - Japão

2 comentários:

Anônimo disse...

gostaria de saber o que houve com o site do sandro vertex por favor .

Anônimo disse...

poxa ... que pena? pois esse blog era muito ultil p/nos q praticamos o budismo estou indignada com isso pois precisamos muito de vcs um forte abraço marcia praticante do budismo de nitirem Daishonim.