"Quando sua determinação muda, tudo o mais começa a se mover

em direção ao seu desejo".

17 de nov de 2010

Sua voz, uma ponte para a harmonia

Entenda como a voz pode demonstrar seu humor, maturidade e equilíbrio

Voz é energia. São as vibrações de alguém que atingem o outro e provocam uma resposta, seja positiva, neutra ou negativa. Pode-se conhecer o universo de uma pessoa pela sua voz. Faço a diferenciação aqui de fala, que é o som articulado e demonstra o exercício intelectual que fazemos para atingir uma comunicação. A voz demonstra exatamente as emoções embutidas nas palavras. Através dela demonstramos o nosso bem-estar, disposição, humor, educação, tranquilidade ou nervosismo, maturidade, caráter, desejos, verdade e evolução. Ou seja, nosso equilíbrio biopsicosocioespiritual.

Uma boa voz conserva seu tom natural (timbre), intensidade adequada ao ambiente (volume compatível), andamento (velocidade) apropriado ao ouvinte, variações de inflexões, ritmo, acentuações, pausas. E objetivando, sempre, impactar o outro, para isso necessitando a escuta, a observação, a adequação imediata para a melhoria da interação. Para se ter uma voz que desperte a vontade nos outros de ouvi-la, é necessário desenvolver a capacidade de ouvir outras vozes, observá-las e respeitá-las. É vital também a auto-escuta, ou seja, ouvir-se, mergulhar nas vibrações de sua voz e o que ela pode transmitir.

Exemplos


Vozes fracas ou roucas
Indicam geralmente uma pessoa doente ou com alteração emocional (medo, depressão, timidez, insegurança). Ou falta de vontade de interagir com o outro.

Vozes fortes ou claras ou vibrantes
Indicam pessoas saudáveis, alegres, bem humoradas, disponíveis à interação e evolução.

Vozes suaves, agradáveis ? Indicam pessoas tranqüilas, equilibradas, pacientes, educadas e saudáveis.

Vozes ríspidas, autoritárias
Indicam pessoas que lideram, são corajosas e gostam de decidir situações. Nem sempre agradáveis.

A voz que é mais usualmente empregada em nosso dia-a-dia demonstra nossa personalidade. Mas podemos e devemos adequá-la conforme a situação vivenciada. Para isso, o exercício para o autoconhecimento é muito importante.

Dicas


  • Ler, em voz alta, textos com conteúdos variados. Empregar diferentes andamentos, acentuações, intensidades. Ou seja, interpretar de formas diferentes.
  • Cantar em ambientes diferentes de sua casa, testando espaços físicos diferentes. Utilize volumes diversos, desde o mais baixo ao mais alto. Experimente crescer e decrescer o volume.
  • Conversar olhando mais seu ouvinte, percebendo o ritmo atual do mesmo e adequando o seu ritmo ao dele. Caso ele esteja desanimado, experimente utilizar sua voz para animá-lo. Acelerando-a, acentuando-a e causando alteração benéfica. Se, ao contrário, estiver agitado, aja inversamente.
  • O sorriso costuma suavizar uma voz e torná-la agradável.
  • Gravar sua voz e se ouvir é muito bom para sua própria análise.
  • Ouvir e analisar as vozes de outras pessoas em relação ao impacto que lhe causam é uma boa forma de se ter referências. Positivas ou negativas.

Buscar a harmonia neste mundo tão conturbado é essencial a uma melhor qualidade de vida. Sua voz, tão pessoal e única, pode ser uma ponte para esta almejada harmonia. Passe a usá-la de forma mais consciente no seu dia-a-dia e confira o poder de transformar aos coisas ao seu redor. Você pode!
Nydia Monteiro

Educadora Musical e musicoterapeuta.Pós-graduada em musicoterapia, atende em Teresina e é presidente da Associação de Musicoterapia do Piauí (AMT-PI).

16 de nov de 2010

SE VOCE ACREDITA, PARECE VERDADE

Se você acredita, parece verdade!!


Quantas vezes já dissemos: " Eu sou assim mesmo " ou " É, as coisas são assim ". Essas frases na realidade estão dizendo que isso é o que acreditamos como verdade para nós, e geralmente aquilo em que acreditamos não passa da opinião de outra pessoa que incorporamos no nosso sistema de crenças. Sem dúvida, ele se ajusta a todas as outras coisas em que cremos.
Você é uma dessas pessoas que acordam numa certa manhã, vêem que está chovendo e dizem: "Que dia miserável"?
Não é um dia miserável. É apenas um dia molhado. Se usarmos as roupas apropriadas e mudarmos nossa atitude, podemos nos divertir bastante num dia chuvoso. Agora, se nossa crença for a de que dias de chuva são miseráveis, sempre receberemos a chuva de mau humor. Lutaremos contra o dia em vez de acompanharmos o fluxo do que está acontecendo no momento.
Não existe "bom" ou "mau" tempo, existe somente o clima e nossas reações individuais a ele.
Se queremos uma vida alegre, precisamos ter pensamentos alegres. Se queremos uma vida próspera, precisamos ter pensamentos de prosperidade. Se queremos uma vida com amor, precisamos ter pensamentos de amor.Tudo o que enviamos para o exterior, mental ou verbalmente, voltará a nós numa forma igual.

Extraído do livro Você pode curar sua vida
Preciosa Colaboração de Maria Fernanda estrela@ism.com.br

9 de nov de 2010

BÊNÇÃO PAGÃ



"Na presença do meu povo,
Desde o começo da vida,
Na visão dos Deuses
E dos não-deuses,
Em homenagem à imensa
Generosidade do universo,
Eu agradeço a minha parte."
(Tradução de Altú Págánach)

muito bonito, para pensar.